Hoje em dia, tudo é muito dinâmico, independente da área de atuação. O tempo todo surgem novas tecnologias, tendências no e-commerce, e é bom ficar por dentro do mercado para não perder espaço e o timming.

Tendências no e-commerce em 2018 que devemos ficar de olho:

Criptomoedas

Devido ao sucesso nas transações de compra e venda, as criptomoedas ganharão ainda mais espaço em 2018.  Hoje é um dos assuntos mais falados e temos até movimentos sociais pedindo doações em bitcoins.

Aceitar pagamentos com moedas virtuais em seu e-commerce poderá te deixar à frente da concorrência, além de atrair mais clientes (principalmente os que early-adopters).

Outra boa notícia é que dezenas de plataformas de e-commerce estão abertas à integrações com pagamentos em criptomoedas. É possível ter integrações com plataformas como Magento, PrestaShop, WooCommerce, Shopify, OpenCart, entre outras.

Chatbot

Você pode pensar que Chatbots já são um assunto batido para falar em 2018, mas sua loja já tem um chatbot configurado?

O uso desse sistema de atendimento entre consumidores e empresas, que é relativamente novo, cresce a cada ano e pode ser tendência em 2018.

A grosso modo, um chatbot é um robô que conversa com os clientes via chat, mas este é apenas o conceito básico. As possibilidades são bem maiores do que isso. Outras vantagens que ele oferece são automatizar tarefas mais rotineiras como: listar informações sobre o status de um pedido, dar detalhes de um produto, fornecer informações sobre descontos da loja e realizar outras tarefas que não dependem tanto de interação humana. Ele pode ser integrado diretamente com sua loja virtual para puxar as informações de status necessárias, evitando que o seu cliente fique horas preso ao telefone em uma fila de call-center.

Além disso, o chatbot pode ser usado em todo o processo do funil: atração, geração de leads, relacionamento, venda e pós-venda com relacionamento mais personalizado. Alguns “bots” conseguem aprender com o usuário através do conceito de machine learning para se parecer com uma conversa real com uma pessoa, e trazer dados relevantes para a empresa.

Os chatbots merecem uma atenção e com certeza traremos mais posts sobre esse assunto.

Customização do produto

Esta não é uma das tendências no e-commerce só para 2018. É uma tendência que tem evoluído ao longo dos anos e que tem virado preferência do consumidor que quer personalizar cada vez mais seus produtos. Um setor que trabalha isso muito bem é o de moda. A Adidas permite personalização de camisetas e chuteiras direto do seu site.

Há sites como o CustomUP que faz uma customização maior sem ser somente limitado aos elementos do site, o que permite muito mais a satisfação do seu cliente. Caso você teste o site, verá que todas as alterações são mostradas no produto em tempo real. A ideia é fazer com que o cliente sinta parte do processo de criação da sua peça.

Além de roupas e sapatos, isso serve para os mais variados produtos e segmentos como carrinhos de bebês, joias e até casinhas de cachorros com os nomes dos bichinhos.

Experiência de compra personalizada

Em 2018, a realidade aumentada poderá ser mais explorada, vai ajudar muito o consumidor a ter uma experiência mais próxima com o produto. Imagine um e-commerce de móveis e decoração que use a realidade aumentada (com ajuda da câmera do celular) para colocar aquele rack diretamente na sala da sua própria casa. Seria um sonho, né?

O consumidor também pode “experimentar” roupas e acessórios para ver se estes produtos lhe caem bem. Assim, os consumidores “provam antes de comprar”. O que deve aumentar as conversões, minimizar experiências negativas e devoluções de produtos.

A Sephora criou um app para que suas clientes pudessem “experimentar”, com realidade aumentada, uma maquiagem em tempo real. Este é um ótimo exemplo aplicado ao varejo e e-commerce.

Progressive Web Apps

Cada vez mais as pessoas fazem compras pelo celular e isso não é uma nova tendências no e-commerce. A sua loja virtual já deveria ser responsiva, ou seja, que se adapte às diferentes telas de todos os dispositivos. Se não for… Corra! Isso é fundamental e já deve ser a regra.

Nessa linha, a novidade é que você comece a explorar o PWA (Progressive Web Apps) para entregar uma experiência mais completa para o seu cliente. O PWA une o melhor dos sites com o melhor dos aplicativos e tornam a experiência para o visitante mais rica, interativa e rápida. A tecnologia PWA dispensa a instalação de um app que seria baixado na Play Store ou App Store, por exemplo.

Aplicativos de Celular

Claro que dependendo do seu e-commerce, um aplicativo pode dar uma experiência melhor para o seu usuário.  Além de ser mais um canal de contato com o cliente, mostra que sua empresa é inovadora e moderna para o consumidor.

O seu aplicativo não precisa ser necessariamente para o consumidor final. Muitas vezes, o app reduz o custo e aumenta a produtividade da seu equipe. Há diversas utilidades que ele pode ter, de acordo com a necessidade da sua empresa. Recomendo este artigo que fala porque investir em aplicativos mobile.

E não para por aí…

Como disse no início, o mercado e o consumidor é muito dinâmico. Além de ter algumas outras tendências no e-commerce que vamos explorar em outros posts, devemos ficar de olho nas movimentações do mercado. Se você não experimentou algumas destas tecnologias ainda, recomendo que teste para deixar sua loja virtual mais competitiva.

 

Inscreva-se na nossa Newsletter

Fique por dentro das novidades e melhores práticas sobre Integrações do mercado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também vai se interessar
sistema ERP
Leia Mais

Vantagens de um sistema ERP

Post escrito por Tiny ERP: Dentro dos métodos de gestão de uma empresa, há ferramentas que auxiliam na gestão. Entenda as vantagens de um sistema ERP para a sua empresa.